Transparência e Governança

 
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
notícias Em decisão surpreendente, Citibank desiste de avaliar as ações da Telemar


Em decisão surpreendente, Citibank desiste de avaliar as ações da Telemar

 

Escolhido pelo controlador na Assembléia  Geral dos Acionistas da Telemar Norte Leste para realizar a avaliação econômica das ações da companhia que determinarão o valor de reembolso aos acionistas dissidentes, o Citibank declarou que não pode preparar um laudo que atenda todas as exigências previstas pela Lei das S/A. É uma decisão incomum, já que o banco se declarou apto e apresentou proposta detalhada para realizar o trabalho, um mês atrás.

Com isso, a Telemar está convocando nova AGE para o dia 3 de novembro, conforme edital publicado apenas no Valor Econômico de 17 de outubro. Na assembléia, o conselho apresentará uma lista de três novas empresas para os acionistas votarem.

O edital não diz, mas a recusa do Citibank em preparar a avaliação da TMAR pode ter origem numa correspondência enviada por minoritários para a direção do banco. Datada de 21 de setembro, a carta alerta ao Citibank para o parágrafo 6º da Lei 6404, que deixa clara a responsabilidade dos avaliadores perante a companhia, acionistas e terceiros, pelos danos que causarem por culpa ou dolo na avaliação dos bens.

Como é sabido, a reestruturação da Oi tem sido conduzida pela administração da companhia a despeito das reclamações dos minoritários quanto à forma de avaliação das ações das empresas que compõem o grupo.

Leia a carta endereçada ao Citibank aqui. Para acessar a versão em português, clique aqui.

Conheça a Lei da S/A aqui

Por Transparência e Governança

 

Add comment




Copyright © 2019 Transparência e Governança. All Rights Reserved.
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.
___by: ITOO Webmarketing